terça-feira, setembro 29, 2009

E a Renova aqui tão perto...

Pode parecer mentira e até demagogia mas a Escola Básica de Minde luta arduamente com uma constante escassez de … papel higiénico. No início do ano lectivo, os professores pedem aos pais uma contribuição, camuflada de donativo voluntário, de 5€ por trimestre, para ajudas de custos de consumíveis (fotocópias, papel higiénico, etc…) e o item “lenços de papel” faz parte da lista de material escolar solicitado. A realidade é que a escola nem sempre disponibiliza papel higiénico aos alunos, e esta informação pode ser confirmada por qualquer um que lá tenha filhos. Estes consumíveis são da responsabilidade da Câmara Municipal, mas, claro está, para se poderem fazer projectos bonitos, inúteis, mas bastante caros, não sobra verba para questões secundárias como os consumíveis das escolas.

No início do ano lectivo foi dito aos pais que seriam instalados pontos de desinfecção das mãos em vários lugares nas escolas e que esse trabalho era também da responsabilidade da Câmara Municipal. Podemos observar pontos de desinfecção em vários locais: hospitais, repartições públicas, grandes empresas, hipermercados, e até na creche e lar do CBESM, mas na escola…ainda nada.
Digo eu: - Meus senhores: deixem lá essas obras relâmpago dos “altares em pedra para as santinhas” e esse atamancar de estradas sem esgotos por baixo, só para inglês ver, e permitam que os nossos filhos obrem condignamente.

23 comentários:

Anónimo disse...

Concordo de todo contigo. É vergonhoso ver as funcionárias andarem de dispensador de gel alcoolico na mão, atrás dos meninos.

Mais vergonhoso é para 150 alunos existirem 2auxiliares de acção educativa, que ainda fazem serviços para os senhores professores. Deixo claro que não estou contra elas ajudarem os professores, estou contra é só serem 2 pessoas para tanta criança.

A Camara que tanto desperdiça ponha os olhos nas nossas crianças.

Mas ainda mais vergonhoso é ter uma Directora de um Agrupamento Escolar, a não fazer nada, e a desculpar-se com a Camara. Isso sim é vergonhoso.

Anónimo disse...

Quem tiver duvidas, só tem de se deslocar ás escolas de Mira de Aire e comparar.

Mas não se pode dizer nada aos senhores da Camara Municipal, nam á senhora Directora que está em "guerra" politica com os Icas, dado que ela é PS.

Anónimo disse...

Kate, mandar bocas sem saber nem sempre é certo...
Hoje em dia os esgotos já não se "fazem por baixo" como queres passar a ideia de que está tudo mal feito...
Hoje os esgotos fazem-se de um dos lados da via para que em situações futuras possa haver alterações sem ter que partir a estrada...boa ideia não?
Sejamos sérios...
A culpa nunca é só de um lado e querer passar essa ideia não é justo...

MDC disse...

Nesta altura conturbada, muitos pagam a custa de outros.
Em altura de eleições haverá sempre alguém do contra para dizer mal.
E necessário ler entre linhas.

Anónimo disse...

Os esgotos agora já não se fazem "por baixo"? Então, fazem-se "por cima"? Expliquem-me, por favor, que eu não percebo nada de esgotos, só dou por eles quando cheira mal na minha casa de banho...
Maria Papoila

MDC disse...

O que mais me preocupa é certas pessoas falam por falar.
Falam, falam e escrevem mas não fazem nada.
Quando tem em uma oportunidade deitão lenha na fogueira e põem-se a sombra da bananeira, esperando que amadureça.
Sejam construtivos.
Se alguma coisa está mal, reagem para melhorar.
Não destruam o que está feito, se pode ser melhorado.
Para os: Senhor (es, as) Anónimos.

Zé Cueca disse...

Agora os esgotos são de lado.

Há estradas que nem largura tem para passeios mas vão ter lá os esgotos.

E ainda assim pergunto, esgotos para quê se as crianças não tem com que limpar o c..

E o mentiroso sou eu

Anónimo disse...

Esta dos esgotos "cheira mal" passe a redundância.
Penso que o que a Catarina quiz dizer, (e com o que eu concordo inteiramente) é que quando se faz uma intervenção num arruamento, deve fazer-se tudo de uma vez, para evitar gastos desnecessários.
Alcatroar uma rua sem infraestruturas basicas, quer dizer que se tem que gastar mais para refazer o que devia ser feito logo.
Ou seja alcatroar antes de eleições é "deitar areia para os olhos das pessoas"

Anónimo disse...

Tenta-se trocar votos pela saude das pessoas.
Mas tambem penso que a inteligência dos Mindricos está acima destas manobras de ultima hora.
O anonimo anterior

Amigo da Kate Moch disse...

Numa Câmara com aproveitamentos de recursos, estes tapetes de alcatrão eram feitos com todas as infraestruturas necessárias (água, esgotos e porque não tubagens para as redes do futuro) colocadas.
Mas isto não se passa só na nossa câmara, infelizmente.

Antigamente ainda havia a desculpa que não tínhamos rede de esgotos a funcionar. Agora com uma etar, uma rede de esgotos a funcionar e depois do pagamento ilegal de 300 e tal euros para a população se ligar à rede de esgotos, não devia ser permitido tal atentado.

Mas como diz ai um anónimo defensor destes atentados, agora os esgotos são de lado...........

Quero uma piscina municipal no meu bairro disse...

Na rua de um vereador que eu conheço isto tudo estará previsto. Essa é para mim a vergonha de um mandato. Alcatroaram e calcetaram uma rua, de forma imaculada, apenas com duas casas, quando à volta há ruas sem fim que nunca foram alcatroadas (serão-no agora, a uma semana das eleições). Isto para não falar das várias ruas importantes de Minde que nunca tiveram a felicidade de ter passeios.
Não se percebe. Assim também é chamarem-nos anjinhos. É mesmo à descarada. Ao menos façam-no pela calada.

Anónimo disse...

De lado, por baixo, por cima, pela frente... mas o que é que isso interessa!
Interessa sim o que a Kate aqui expõe e muito bem - A questão das crianças, por alegada falta de verba, não possuírem as condições mínimas básicas numa escola! E numa tentativa de esconder a relevância deste assunto, surgem estes comentadores a evidenciar e a pegarem na questão técnica da posição das redes de esgotos, que mais não serviu do que para figurar e reforçar as constantes atitudes incoerentes deste partido!

LUTA POR ISSO KATE, QUE NÓS LUTAREMOS CONTIGO!!!

ricardini disse...

Ainda bem que há um artigo sobre escolas e educação para eu poder dizer bem da Ministra, que infelizmente, nos vai deixar.

Para os mais esquecidos, lembro que esta senhora, juntamente com o governo, que apoio em grande parte, foi responsavel pelos vossos filhos (para quem tem filhos na publica) estivessem até mais tarde, a aprender Inglês e outras actividades didacticas, foi responsavel pela avaliação de professores (bem ou mal, foi o inicio) são neste momento avaliados e conseguem, ou não, progressões na carreira consoante a sua competência (quem é que não teve um(a) professor(a) incompetente e que já era MUITO mais bem remonerado que outros que eram MUITO melhores).
Quem trabalha no privado, como eu, sabe que tem de trabalhar até aos 65 anos, se não lhe sair o euromilhões entertanto, é avaliado todos os dias, basta em 10 anos gloriosos ter um mês mau, que é despedido, tem de atingir objectivos, não tem beneces ao nível da "segurança social", etc, etc.
Até que enfim houve alguem que se teve a "cagar" para os movimentos coorporativos e fez algo!
Pior que fazer errado é não fazer, este é o meu lema!
Mais uma vez digo, se me perguntarem se foi tudo bem feito, eu acho que não, mas fez-se, e hoje quem tem 2 filhos um com 13 e outro com 7 anos, pode verificar as diferenças.
O mais velho saiu da primária (1º ciclo) sem saber falar inglês (por exemplo) e tinha de o ir buscar às 15:30 ou 16:00h, o mais novo saiu da primária, sabe dizer umas coisas em inglês e não tenho de o ir buscar às 15:30h.

Há realmente muita gente descontente! mas porra!

Quem sabe trabalhar, quem gosta de trabalhar, quem merece trabalhar, não tem medo de qualquer avaliação, mesmo que esta seja feita pelos colegas.

...tenho de ir almoçar, um abraço

Zé Cueca disse...

Eu também vou à luta.



Onde é que está a luta?



E o mentiroso sou eu.

Anónimo disse...

ESCLARECIMENTO

Face ao post de Kate Mosh “ E a Renova aqui tão perto...” e a alguns dos comentários anónimos publicados que se referem directamente à Escola do 1º Ciclo de Minde e à Directora do Agrupamento, esclarece-se o seguinte:

1-O financiamento das Escolas do 1º Ciclo e Jardins de Infância é, a nível nacional, da exclusiva responsabilidade das Autarquias, designadamente:
pagamento da luz, água, telefone, materiais de higiene e limpeza, reparações, obras, etc.

2-A Câmara Municipal de Alcanena tem concedido, de há muitos anos a esta parte, subsídio para apoio ao funcionamento pedagógico das escolas, o qual, é complementado com donativos dos pais, a título facultativo, por forma a diversificar e melhorar as actividades previstas no Plano Anual do Agrupamento.

3-Os donativos dos pais não se destinam a adquirir lenços de papel nem papel higiénico. A aquisição de papel higiénico e toalhetes é da responsabilidade da Junta de Freguesia de Minde, a qual, tem correspondido às solicitações das Escolas.

4-Os lenços de papel fazem parte de uma lista de material que cada aluno de 1º C deverá ser portador no seu dia a dia, e não, como implícito no post, como substituto do papel higiénico ou financiado pelos pais. A contenção que se verifica na disponibilização do papel higiénico aos alunos tem como objectivo evitar que as crianças, como é natural, o desperdicem.

5-Lamenta-se que o/a autor/a do post, ao elencar a listagem de instituições equipadas com “ pontos de desinfecção”, não tenha também referido a EB 2, 3 de Minde, a qual, como é do conhecimento público de todos os seus utentes, ainda antes do ano lectivo iniciar, já dispunha de vários dispensadores e kits de higienização, tendo todo o seu plano de contingência para a gripe implementado. Refira-se que, no que concerne às Escolas de 2ºC, 3º C e Secundárias, a responsabilidade pela atribuição das verbas para fazer face a estas aquisições é do Ministério da Educação através do Orçamento do Estado, ao contrário do que se verifica para as Escolas de 1º C.

6-Quanto ao plano de contingência para a gripe A direccionado à Escola do 1º C de Minde, reitera-se aquilo que foi dito na reunião de pais havida no dia 10 de Setembro:
-A instalação dos equipamentos necessários para a higienização e prevenção da gripe A ( H1N1) é da exclusiva responsabilidade da Câmara Municipal de Alcanena, como aliás está explicitado no plano de contingência disponibilizado na página da Internet do Agrupamento. Acrescente-se que a Direcção, tem feito todas as diligências que estão ao seu alcance, no sentido de alertar a autarquia para a sua urgente concretização.

7- Relativamente às funcionárias da EB 1 de Minde, aguarda-se a colocação pela Câmara, de uma funcionária através do Instituto de Emprego de T. Novas. A Direcção do Agrupamento não tem poder para colocar qualquer funcionário à revelia do Ministério da Educação ou da Autarquia. Aquilo que é sua obrigação, e tem sido feito, é pressionar ambos para a colocação de pessoal, que, também na nossa opinião, é insuficiente.

8- Por último, LAMENTA-SE que em comentários anónimos, se tentem fazer conotações políticas à actuação da Directora junto das Autarquias. Existe, como sempre existiu, um normal relacionamento institucional.

30/9/09
A Directora do Agrupamento de Escolas de Minde

Anónimo disse...

Eh lá, alguém se picou...

Anónimo disse...

Grato pelo esclarecimento da Srª directora de A. de Escolas de Minde, porque oportuno. Infelizmente á sempre pessoas a misturar tudo.
No entanto destaco no ponto 6 que diz (apesar das diligências da Directora, a Camara Municipal ainda não procedeu á instalação do equipamento necessário para a higienização e prevenção da gripe A.)
Não é para admirar. Já lá vai mais de um mês e ainda não indicaram o local alternativo para funcionamento do Centro de Saude, caso este venha a ser encerrado.
Ocupados demais com as eleições.

Kate Moch disse...

Obrigado pelo seu esclarecimento Srª Directora. Não tenho dúvidas que nas escolas de Minde, tal como em muitas escolas no país, se faz uma gestão milagrosa e muito positiva dos recursos disponibilizados pelo ministério e pela autarquia. Eu tenho orgulho nas instituições de Minde, entre as quais a escola. Bom ensino, profissionalismo, educação, asseio...Congratulo-a pelo bom trabalho que tem feito.
Mas é ou não verdade que a verba para consumiveis disponibilizada pela Camara Municipal é insuficiente? Não vos obriga a uma gestão demasiado criteriosa de meios? Digo isto porque uma Câmara que "esbanja" em tantas situações, deveria ter por principio fazer face às necessidades básicas numa escola. Quanto á colocação dos dispensadores, talvez só para depois das eleições. É que os empregados da Câmara devem andar todos ocupados a fazer "Altares para as Santinhas" e a alcatroar estradas à pressa.

Anónimo disse...

Assino por baixo este comentário da Kate

Anónimo disse...

Óh Kate, não vês que não chega para tudo?!?!
Ou bem que se desponibiliza verbas para formar morcegos (Verba de 300.000 euros destinada a 24 colaboradores para guardarem morcegos), ou bem que se investe nas criançinhas!
NÃO PODEMOS QUERER TUDO POXA!! SEJAMOS MENOS EXIGENTES!

Governar um país daqui a 40 anos por pessoas sem formação tudo bem, agora sem Morcegos??? Estás parva ou quê???
Isto sim é ter uma visão virada para o futuro!

Anónimo disse...

Gastaram € 300 mil euros na porcaria dos morcegos? Uiui, bem que gostaria de ver essa conta e outras contas bem discriminadas...

Isto precisa mesmo de mudar.

Anónimo disse...

E para as escolas primárias... de fonte segura, há 1 ano que não vem um tostão da câmara ( do tal subsídio para apoio ao funcionamento).Nem para pagar os telefones...que estão a ser pagos, consta, por outros...
Não , não é dizer mal, é dizer pura e simplesmente A VERDADE. Se quiserem confirmem...

Anónimo disse...

Gostava só de referir que em relação a situação do papel higiénico não sei, mas não é verdade que no ano passado a junta de freguesia teve dificuldades em colocar produtos de limpeza no 1º Ciclo será que é poupando na higiene com as crianças que se põem as contas em dia e depois andam a distribuir dinheiro pelas colectividades a escassos dias das eleições. Em relação às funcionária para o 1º ciclo e vergonhoso que a câmara se preocupe tão pouco com as nossas crianças e que deixe esta situação sem uma resposta imediata, nem que para isso envia-se uma das muitas funcionária que a câmara tem sem nada que fazer ou com serviços de menos importância, ainda a pouco tempo um grupo de crianças do 1º ciclo estavam na rua a porta das piscinas mais concretamente no passeio e na estrada sem nenhum adulto com elas, quando houver um azar de quem é a culpa?
E mais prefiro mil vezes que os meus filhos não saibam Inglês na primária do que tenham tanta falta de acompanhamento como referi anteriormente.
Em relação a Sr ministra da educação e ao senhor que tanto gostou dela, eu por mim penso que depois de se ter andado um ano inteiro sem se poder preparar aulas em condições por causa da estupidez de uma ministra que teimou em levar avante um projecto impossível de por em pratica,obrigando os professores a fazerem toneladas de relatórios, quadros etc, que no final foram para o lixo e como se sabe todos os professores tiveram bom, assim a maior parte do trabalho, das horas em casa a preparar os relatórios exigidos foi em vão. Será que isto e avaliação ou desorganização .