sexta-feira, janeiro 30, 2009

Formas de Governar...

É curioso virem dizer que o Governo faz tudo para manter os postos de trabalho das multinacionais!
Eu pergunto: 10x1 é diferente de 1x10 em quê? No sentido dos números!
Mas porque raio é que o Estado prefere sempre ajudar as multinacionais (desde a sua implementação e com milhões a fundo perdido) ao invés de ajudar as nossas PME's? Porque é que preferem tentar salvar 2000 postos de trabalho de uma só vez e não fazem nada para salvar 10 empresas portuguesas cada uma com 200 trabalhadores? A probabilidade de numa tentativa salvar 1 posto de trabalho é muito inferior à probabilidade de tentar salvar o mesmo posto de trabalho com 10 tentativas. Ou não?
Será que compensa pagar às multinacionais para virem para Portugal? Sim, porque na realidade os Governos pagam às multinacionais para virem para cá criar empregos e depois ainda lhes pagam mais quando ameaçam ir embora...
Não há dúvidas que é o Governo que paga os salários dos postos de trabalho criados! Isto não é uma economia falsa? Virtual?
Se o mesmo montante, gasto nas multinacionais, fosse correctamente distribuído pelas nossas empresas e pelos nossos empresários, não seríamos um país mais desenvolvido tecnologicamente, mais exportador, menos importador, mais inovador e menos vulnerável?
Quem é que luta pelos portugueses quando há problemas? As nossas empresas ou as multinacionais? Então os postos de trabalho não estavam melhor defendidos se não dependêssemos tanto das multinacionais que estão cá enquanto são pagas para isso?
Não sou contra as multinacionais, como é óbvio que o investimento estrangeiro é essencial para o desenvolvimento e crescimento de uma economia, mas isso é o investimento directo estrangeiro (IDE), não é o investimento-do-estado-português-em-portugal-fazendo-crer-que-é-estrangeiro!

QREN

Dede sempre si ouviu falar que os susbsídios da União Europeia serviram mais para comprar grandes carros e casas de férias do que para aplicar nas empresas.

Parece que o página do QREN incentiva a isso mesmo...

quinta-feira, janeiro 29, 2009

Até eles já sabem!


(clica na imagem!)

quarta-feira, janeiro 28, 2009

Apanhado!

Cá está, ao fim de dois dias sócrates confirmou que o estudo não é da OCDE.

Aqui ficam as palavras na Assembleia da República esta tarde no debate com Paulo Rangel.

Sócrates: "O estudo é de peritos, feito com metodologia da OCDE"

Veremos se a imprensa vai escamotear mais uma mentira...

Descubra as diferenças

Mas é da OCDE ou não?





(clicar na imagem)

(clicar na imagem)

Pelos vistos...foi durante umas horas...

É isto que querem fazer de nós...

Estás nervoso? Quem, eu? Não pá...está tudo controlado!

Há alguma explicação para a diferença de atitudes do Jesus nos jogos com o Benfica e Porto?
Na Luz faz uma conferência de imprensa todo indignado e a falar de playstation e d' "eles (leia-se árbitros) não nos deixam ganhar" e em Braga diz que o 1º golo do Porto lhe pareceu fora-de-jogo e que quem marca mais golos é que ganha os jogos (BOA!). Isto com uma tranquilidade incomodativa e uma resignação no mínimo estranha.
Que credibilidade oferece este senhor ao futebol? Então mas só se indignam por serem roubados com uns? Então e com os outros?

(percebi a razão depois de ler umas notícias)

O Jesus tem as suas poupanças "enterradas" no BPP, e como forma de não as perder, se calhar houve alguém que se prontificou a "segurá-las", não vá o Fundo de Garantia de Depósito do Governo falhar (como falham quase todas as coisas relacionadas com este Governo!)...

Por isso é que o Jesus estava tão calmo...

terça-feira, janeiro 27, 2009

Ainda a neura...

Como Tou Ca Neura vou já falar de dois assuntos nest "post":


Ontem foi apresentado com a habitual pompa e circustância do Eng. (até fiquei admirado de não ser ao sábado por volta das 13h.15m em directo na RTP), um relatório sobre as políticas de valorização do primeiro ciclo do ensino básico. Elaborado (supostamente) por uma entidade externa e conceituada, a OCDE.
Acontece que o referido Estudo, da OCDE apenas tem o prefácio!!


Esta é a propósito da Qimonda...
Do Manuel Pinho só se esperam boas novidades! Primeiro anunciou que a crise já tinha acabado! Depois anunciou que a crise não afectaria Portugal!
Antes da notícia da insolvência, anunciava que o Governo ia participar na reestruturação da empresa através de empréstimo da CGD e consequente nomeação de um gestor português. Parece-me óbvio o que vai acontecer! Por duas razões: o Manuel Pinho estará nas negociações; segunda razão existe alguma história de um grupo empresarial em que a empresa Mãe não resiste e a filial continua alegre e contente? Para este Governo hipócrita deve existir! Só há uma solução para a Qimonda, ser nacionalizada o que, a acontecer, seria o início do fim...
Assim sendo...sejamos realistas! Não continuem a fazer os portugueses de atrasados mentais!

Podem não haver soluções milagrosas! Mas deverá existir sempre respeito e verdade!

Alternativa? Mas há pior que isto?

Por falar em Ferreira Leite

Fazendo jus ao nome do Blog:

É habitual ouvirmos na imprensa a expressão que os portugueses estão cansados de Manuela Ferreira Leite. Eu pergunto: E ainda não se cansaram do Teixeira dos Santos? E do (adiantado mental) Manuel Pinho? E da ministra da educação?
Será que não podemos ser nós a decidir em quem devemos votar? Terá que existir uma tendência tão forte e descarada de toda a imprensa, falada e escrita, para que não se considere a opção Ferreira Leite? E se veja só o Eng. como possibilidade?
Dou a mão à palmatória quando dizem que não há nenhuma alternativa clara ao PS e que não é a Ferreira Leite por si só que será a uma alternativa. Mas que Governo é que vale apenas por um primeiro-ministro?
Ouço muitas vezes dizer que no PSD há duas ou três (estava-me a esquecer do Passos Coelho, porque será?) pessoas que têm o carisma ideal para ser alternativa. Pois que seja e eu também concordo.
Mas haverá melhor forma de os trazer todos para a primeira linha, que não o Governo? Ainda mais em situação de crise?
Votar no PSD e em Ferreira Leite significará muito mais do um voto numa pessoa, numa forma de fazer política, será um apelo a que (mais uma vez) o PSD se una para endireitar o país, será um apelo ao qual nenhuma das futuras alternativas do PSD conseguirá fugir!
Também gostava de ter uma alternativa clara...mas com aquela idade só mesmo para Presidente da República!

Conta-me como é a nossa imprensa...

Numa das suas últimas crónicas no DN, o Professor César das Neves falava do actual estado do jornalismo, da forma como faz e desfaz poderes, promove e derruba personalidades, decreta juízos e recebe vassalagem de todos os interesses. Se há coisa que a nossa imprensa tem pouco é informação. Prefere a análise, intriga, provocação, boato, emoção, combate, mas sempre com pouca informação.
O público não quer jornalismo, quer entretenimento. E aqui a culpa não é só da imprensa, também será com certeza do público, mas não terá a imprensa maior responsabilidade?
Assiste-se a uma verdadeira caça ao deslize, aliás relatar o sucedido é o que menos interessa. É curioso que a imprensa, sendo tão opinativa, não assuma directamente as suas influências políticas. Não seria mais justo irmos a uma banca de jornais e sabermos o que estamos a comprar? Em Espanha é assim, os principais jornais estão perfeitamente assumidos no que respeita a orientações políticas. Tudo fica mais claro. Mas aqui preferimos andar com os joguinhos de tentar agradar a todos e não ferir susceptibilidades. O que ganhamos com isso? Descredibilização!
Utilizando o exemplo do Professor César das Neves:O actual Governo goza de clara benevolência jornalística. Apesar da contestação e das habituais "gafes, o tratamento não se compara com o dos antecessores. Por outro lado a imprensa já decidiu que Manuela Ferreira Leite não tem hipóteses. Não interessa o que pensa ou propõe, apenas que não sabe lidar com os media, o pecado supremo. Para a imprensa o Bloco de Esquerda é sempre fresco e interessante, por muitos chavões bafientos que repita, enquanto o PCP ou PP são desprezados, por vezes sem disfarce.
Existirá com certeza muita gente honesta e bem intencionada no jornalismo, mas é evidente que a imprensa tem hoje uma má imagem, faz falta uma imprensa verdadeira, objectiva, respeitada e idónea.
Depois admirem-se...

segunda-feira, janeiro 26, 2009

De 3 só podes escolher 2!

Quando Deus fez o mundo, para que os homens prosperassem, decidiu dar-lhes apenas duas virtudes. Assim, mandou ao seu anjo-secretário que anotasse quais seriam os dons:

- Aos Suíços, fê-los estudiosos e respeitadores da lei.
- Aos Ingleses, organizados e pontuais.
- Aos Alemães, chatos e arrogantes.
- Aos Japoneses, trabalhadores e disciplinados.
- Aos Italianos, alegres e românticos.
- Aos Franceses, cultos e finos.
- Aos Portugueses, inteligentes, honestos e socialistas.

O anjo anotou, mas logo em seguida, cheio de humildade e de medo, indagou:

- Senhor, a todos os povos do mundo foram dadas duas virtudes, porém aos portugueses, foram dadas três! Isto não os fará soberbos em relação aos outros povos da terra?

- Muito bem observado, bom anjo! Exclamou o Senhor.

- Façamos então uma correcção! De agora em diante, os portugueses, povo do meu coração, manterão esses três dons, mas nenhum deles poderá utilizar, simultaneamente, mais de dois, como os outros povos!

- Assim, o que for socialista e honesto, não pode ser inteligente. O que for socialista e inteligente, não pode ser honesto. E o que for inteligente e honesto, não pode ser socialista!!!!

Palavras do Senhor!!!...

Do melhor que vi nos últimos tempos...

Lições de Inglês para Espanhois...em Espanhol!

Gomaespuminglish!

A ordem que devem ver é a seguinte:

http://www.youtube.com/watch?v=ipfYTUovAQI

http://www.youtube.com/watch?v=lKKfahj0Z20

Becos me everytime smile...

Ainda falam da entrevista do Cristiano Ronaldo à Judite Sousa...

Vejam isto:

video

Esta agradeço ao AB.

Teste de QI...

Um sujeito entra num bar novo, hi-tech, e pede uma bebida.
O barman é um robô que pergunta:
- Qual o seu QI?
O homem responde:
- 150.
Então o robô serve um cocktail perfeito e inicia uma conversa sobre aquecimento global, espiritualidade, física quântica, interdependência ambiental, teoria das cordas, nanotecnologia e por aí.
O tipo ficou impressionado, e resolveu testar o robô. Saiu, deu uma volta e retornou ao balcão. Novamente o robô pergunta:
- Qual o seu QI?
O homem responde:
- Deve ser uns 100.
Imediatamente o robô serve-lhe um whisky e começa a falar, agora sobre futebol, fórmula 1, super-modelos, comidas favoritas, armas, corpo da mulher e outros assuntos semelhantes.
O sujeito ficou abismado.
Sai do bar, pára, pensa e resolve voltar e fazer mais um teste.
Novamente o robô pergunta:
- Qual o seu QI?
O homem disfarça e responde:
- Uns 20, eu acho!
Então o robô lhe serve-lhe uma pinga de tinto, inclina-se no balcão e diz bem pausadamente:
- E então meu, vamos votar no Sócrates de novo?