quinta-feira, novembro 26, 2009

ɹɐ o ɐɹɐd sɐuɹǝd ǝp ǝpuıɯ

Nestes dias em Minde podemos ouvir falar francês num café, ver a nossa terra na televisão, ter um artista a dormir no quarto ao lado e até cantar uns fados e beber umas minis com um actor de novelas da TVI. Pois é, o Festival Materiais Diversos está aí. A meu ver está a ser um verdadeiro sucesso, embora a derradeira análise só possa ser feita pela organização sendo que os objectivos foram por eles definidos. Mas há um pensamento que tenho sobre este assunto e que gostaria de partilhar convosco, fiéis leitores: gostaria que todos tivéssemos a noção do privilégio que é para a vila de Minde receber este Festival, o facto de o Tiago ter escolhido a sua terra natal para desenvolver este projecto. Ele poderia tê-lo feito em qualquer lugar, mas depositou confiança nesta terra e escolheu contribuir para o seu crescimento cultural. Sim, e a arte também se aprende. Por vezes podemos assistir a espectáculos que não entendemos completamente, que não nos são totalmente claros. Mas na arte não há certo ou errado, não há absoluto nem matemática. Há a beleza da harmonia ou do desequilíbrio e, principalmente, há a liberdade da interpretação de cada um, a construção individual de emoções.

Continuem a divertir-se…
Minde merece…

Muito obrigado Tiago!

14 comentários:

malino disse...

Subscrevo na integra as tuas palavras de apreco ao trabalho do Tiago.

Parabens e acima de tudo Obrigado

Anónimo disse...

houve em tempos, ainda o festival nao tinha arrancado, que se ouvia falar , "blackbox = CAORG", em "graficnights = grafiminde", entre outras inúmeras coisas, uma realiadade que minde não estava á espera que acontecesse. Tudo mudou, e minde e os mindericos ficaram todos a ganhar em tudo. O grupo Boca de cena, aprendeu e teve a experiencia de ser ensaiado por uma "encenadora" de teatro Profissional, a Xaral's Band, aprendeu conceitos e experiencias com um grande músico, "Tomás Pimentel", o racho do covão aprendeu novas danças, diferentes, e que penso terem sido muito benêficas para eles.. Tudo isto ajuda a desenvolver minde culturalmente.

Para além do enorme convivio e empatia sentida sempre no fim de noites na grafinights..

Parabéns Tiago, minde agradece assim como toda a sua gente, como tu o és..

Continua assim que minde nao te vai deixar mal..

Anónimo disse...

sOMOS GRANDES!!!!!!!!!!!!!!!!

O Taberneiro disse...

Graças a Deus que a Kate Moch voltou........

Anónimo disse...

Teve que vir alguem de fora ensinar?Ensinar o quê?Sempre se fez teatro em Minde, se assim não fosse hoje esta gente não sabia ver teatro!Quem ensinou? Veio alguem de fóra ensinar-nos?Tenham calma e não se percepitem...
Entusiasmo tá bem...agora fazer-nos de coitadinhos, isso não!Não aprovo nem quero pensar que sejamos todos ignorantes.Foi bom tê-los cá, foi diverdido, mas não sejam pequeninos...!Ninguem dá nada sem receber algo em troca...!
Obrigado Tiago por te lembrares da nossa terra...estaremos de braços abertos para vos receber...!
Quanto aos outros fascinados e maravilhados, Minde sempre foi pioneira em tudo, que nos ensinem os de cá, que os temos, porque os de fóra é só de passagem e depois se esquecem que Minde existe.
Até um dia.
A mim não me ensinaram nada...
Se calhar nós é que os ensinamos.
Vai como anónimo mas se pedirem muito, eu digo!
Anónimo.

Anónimo disse...

Diz lá... diz lá...

Kate Moch disse...

Caro anónimo

Quando achamos que já sabemos tudo e que já ninguém nos ensina nada... estamos mortos.

Anónimo disse...

Gosto de ser ensinado, mas não fascinado!
O mesmo anónimo
Ciao!

Anónimo disse...

Caro anonimo..´

És tão pequenino.. Diz me lá quando é que minde ja tinha tido uma tao grande envolvência de recursos umanos, e técnicos??? Diz lá.. E quem não ficou fascinado com o bom ambiente, com o convivio que se protagonizou na antiga grafiminde?? Se ninguem tivesse ficado fascinado, só la tinham ido 1vez.. no entanto esteve tudo cheio todas as noites..

Enfim.. Gente pequenina, que pensa que já viu tudo, e sabe tudo são os que menos sabem..

Que a proxima edição do festival materiais diversos seja ainda maior que esta que passou..

Anónimo disse...

Já tiveste algum evento em minde, alcanena, ou torres novas que tivesse tido tao boa divulgação como este festival teve?? Chega-te lembrar telejornal rtp2, portugal no coração, reportagem na sic, telejornal da Tvi, jornal expresso e publico, revista da TAP, etc..

Isso nao deixa uma pessoa fascinada??

Anónimo disse...

O fascinado,se fores capaz de fazer um envento melhor ficamos a espera

Anónimo disse...

Sem contar tambem com a TV Minde na divulgação!
Ò anónimo da...Bom! Não digo mais nada pois seria mal educado.
Pensa antes de escrever, senão tenho que dizer-te que:
Ès estrávico de memória ou pálido de inteligencia.Acorda!Abre essas persianas que devem estar muito cheias de... ferrugem.
Traumente!

Anónimo disse...

Que divulgação da TV Minde! E a festa do Covâo?

Anónimo disse...

Os ultimos serão os primeiros!Não está esquecido.
Mas que a TV Minde divulgou o teatro que fez parte do festival, divulgou, e foi só nesta prespectiva que a TV Minde se referio.
A TV Minde tentou obter autorização para fazer outras coberturas, inclusive do encerramento, e foi negado, que não podia ser, etc etc, por um elemento do staff do festival.
Só podemos divulgar o que nos deixam e podemos.
Aliás há sempre direito a 3 minutos de reportagem por lei, mas não quizemos entrar em coisas mesquinhas do diz tu digo eu.
Para o ano será melhor.
Abraço
TV Minde
Rui Venâncio