sexta-feira, março 26, 2010

PSD - Mais um líder mais uma esperança

Bom dia,

É já hoje que o PPD/PSD vai a eleger um novo líder, e como é normal, há um renovar de esperanças para o partido.

Tudo leva a crer que o próximo líder será o Pedro Passos Coelho (assim as sondagens acertem).

Um dia destes escrevi por aí um comentário que falava sobre o políticos portugueses, de norte a sul, e referi a necessidade urgente de mudar as pessoas desta classe social.

Ora bem, cá está aquilo que temia, mais um politico que a profissão foi sempre politica, desde 1978 que anda por lá, nos corredores do poder, vivendo na subserviência dos mais "cotados".
Ninguém pense que depois de ser eleito que a hora de retribuir os favores não chega!! é assim que funciona.

Mas que raio de país é este, onde vivo?

País onde quem nos governa nunca governou sequer uma micro empresa, nunca lutou para fazer crescer um negócio sem passar as mãos pelas costas de um amigo e uns jantares bens regados, se calhar com fruta à mistura. Sempre por caminhos menos claros!

Não me refiro somente aos do governo central, refiro-me também aos deputados, governadores civis, poder autarquico, e por aí em diante.

Infelizmente deixei de acreditar nisto tudo. São os Varas e os Socrates, são mais uma serie deles alegadamente envolvidos em dinheiros, são contractos milionários que se fazem com os gestores publicos, que esmiuçando as coisas vai-se ver, são ou antigos ministros, ou antigos secretários de estado, antigos colegas de faculdade (para aqueles que andaram por lá), são filhos e primas. Bem, uma corja!!!!

Talvez haja quem por lá trabalhe e com provas dadas, honestamente dadas, mas a fatia é tão pequena...e como diz o povo: - "Diz-me com quem andas, dir-te-ei quem és."

Resumindo, tenho que continuar a trabalhar a pagar os meus impostos e rezar que toda a gente pague os impostos para que consigamos, um dia, não pagar tanto!!! Vejam como ainda sou crente!!!!

Ai que nervos!!!!!

5 comentários:

(Des)Crente disse...

Um desabafo verdadeiramente realista.

Não podia estar mais de acordo.

Também eu já não acredito no meu país.

Já dizia o Astérix naquele excelente serie de banda desenhada:
Na Lusitânia há um povo que não se sabe governar nem se deixa governar.

Como dizia uma pessoas mais velha, a solução deste país passa por declarar guerra à América e rendermos-nos antes de eles chegarem aos Açores.

Que país tão fraco é este quem nem lideres de jeito consegue arranjar.

Arnaldo Ventura disse...

Concordo!
Um abraço!

Anónimo disse...

Belo comentário é o espelho do nosso país.

Anónimo disse...

Concordo inteiramente com o descrente.
Apenas uma nota, para dizer que a frase original é de um cônsul romano chamado Caius Julios Cesar, que chegado a Roma informou os seus superiores que "lá nos confins da Iberia, vive um povo que não se governa nem se deixa governar"
Abraço

Anónimo disse...

habitualmente é o que o País faz : declarar guerra e depois faz como os alemâes...quando perderam a guerra! passam por políticos com politiquices,os poliquiteiros apenas isso. o nosso vocabulário tão abrangente e esgotaram os adjectivos

a neurótica